32 C
Canindé de São Francisco
quinta-feira, dezembro 9, 2021

Opinião: Juarez de Vavá agradece apoio, fala de transformação da Câmara e diz que “não vai decepcionar”

Canindé de São Francisco/SE (Política) – O atual Presidente da Câmara Municipal, vereador Juarez de Vavá (PSD), que tem o mandato entre 2021 a 2024, foi eleito mais uma vez para presidir o Poder Legislativo Municipal de Canindé de São Francisco pelos próximos dois anos, 2023 e 2024. Juntamente com Hugo de Pank, que se elegeu como Segundo Secretário, ambos obtiveram a expressiva votação de dez votos dos onze vereadores, foi constada a única ausência do parlamentar José Antônio dos Santos (Zé Caloi).

Opinião:

O discurso de Juarez, após ser eleito, foi pautado pelo agradecimento, reconhecimento e valorização aos vereadores que o elegeu. Em nome de Alberto Jorge Vieira, Secretário Geral, ele se dirigiu aos funcionários da Câmara colocando-os também como importantes no processo. Fez questão de agradecer, frisando o nome de cada vereador. Com essa postura, mostrou que caminha para ser um líder e não agradeceu aos cidadãos que assistiram a eleição por meio de transmissão no youtube e outras redes. Modestamente, o Plenário Ademar Rodrigues de Assis registrou um número bom de cidadãos em razão do momento da pandemia.

“Estou aqui pela confiança dos meus colegas vereadores e garanto que não irei decepcioná-los”, disse Juarez. Na primeira vez que se elegeu para Presidente (2021 – 2022), usou como frase de impacto que iria trabalharia ao lado do Prefeito Weldo Mariano em nome do desenvolvimento de Canindé de São Francisco. Com essa segunda vitória tem mostrado um lado que poucas pessoas conheciam a seu respeito: o da humildade e habilidade. Não é para menos.

A humildade para chegar

Juarez tem uma caminhada que vêm de longe na rota política. Formado como Técnico de Agronomia pela Escola Agrícola de São Cristóvão ele é funcionário público municipal de Canindé e sua base política esta veiculada ao em seu pai, Vavá Ventura. Aos poucos Juarez foi se envolvendo na política conseguindo seu primeiro mandato em 2008 e se elegendo em 2012. Ficou de fora em 2016 e retornou em 2021. Foi fundador e liderou por vários anos a Colônia de Pescadores. A escalada enquanto chefe do Poder Legislativo o consagra uma liderança local porque obteve os votos e por tanto o reconhecimento dos demais vereadores.

A habilidade política

O interesse de Juarez pela presidência da Câmara Municipal é natural e projeto da maioria dos vereadores quando chega ao cargo. A Câmara tem outros vereadores que também são merecedores do cargo de Presidente e alguns até já o foram, como é o caso de Adriano de Bomfim, Parlamentar mais experiente da Casa com oito mandatos. Entretanto, o momento atual definiu Juarez pelo fato das circunstâncias que ele dispõe, pois no quadro atual ele já é Presidente (2021 – 2022). Contudo, é preciso reconhecer que ele teve habilidade suficiente para articular entre os demais parlamentares e conseguir a vitória para presidir em 2023 a 2024 e ter ao seu lado o jovem Hugo de Pank que começa também os primeiros passos na política local, cicatrizando e unido na possibilidade de futuros projetos políticos que estão por vir. As mudanças feitas por Juarez foram rápidas e já são visíveis como nenhum outro Presidente fez em tão pouco tempo. Reformas, estruturação da Comunicação e outras que estão por vir. Uma contratação que ele fez foi a de Alberto Jorge Vieira (outro artigo por vir) que trouxe grande valor de experiência.

Resumo

Juarez colocou palavras e frases que funcionam como chaves em seu discurso. Foram algumas: “tudo que vocês vereadores vêm fazendo comigo, eu agradeço […]”, “confiança”, “respaldo para trabalhar […]”, “essa transformação que a Câmara hoje esta, agradeço a vocês mesmos […]”, “estamos aqui de passagem [..]” e um ponto importante “não irei decepcioná-los. Precisamos ajudar nosso Município […]”, assim como antes afirmou que trabalharia por Canindé ao lado do Prefeito Weldo. É essa a transformação que Juarez fala, a de que “os tempos podem estar mudando em Canindé de São Francisco e podem marcar uma nova “Luz”.

Juarez não quis gravar entrevista sobre o momento. Ficou para uma próxima oportunidade.

Por Adeval Marques
Foto: Revista Canindé

ÚLTIMAS POSTAGENS
NOTÍCIAS RELACIONADAS