30.7 C
Canindé de São Francisco
sábado, janeiro 22, 2022

A estrada de 2022: Luciano Ferreira, Marcondes Marinho, Erasmo Marinho e Rosa Maria

Coluna Retalhos da História – Estamos de volta com a nossa edição da coluna “Retalhos da História” e com a chegada de 2022 temos um novo cenário político em curso que faz parte do calendário eleitoral que elegerá os próximos deputados estadual e federal, além de senadores e governado e vice-governador.

Canindé tem muitos políticos em atividades por meio de mandatos e outros que estão de fora do poder. Os que estão exercendo mandato não farão parte dessa análise. A leitura aqui é para alguns que estão de fora, e suas posições futuras.

Cabe aqui um pequeno parágrafo sobre Weldo Mariano e Pank que, estando no comando de um grupo político, pois se consagraram lideranças – Prefeito e vice-prefeito – continuam firmes e mantendo o agrupamento unido, até que surja alguém afirmando o contrário dessa informação de forma pública e sustente com provas. Muitos caminharão apoiando os candidatos por eles apresentados e já outros podem percorrer outra “estrada política”. Ponto final aqui.

No contexto de algumas figuras que estão sem mandato, mas com o pé dentro da política por meio dos bastidores, destaco nesse primeiro material os nomes do ex-vereador Luciano Ferreira que participou como candidato a vice-prefeito ao lado de Kaká Andrade e foi importante no processo garantindo boa margem de votos. Na sequencia de nomes o ex-vice-prefeito Marcondes Marinho, articulador e seu irmão, Erasmo Marinho, que participaram de eleições municipais por duas vezes, sendo Marinho enquanto candidato a Prefeito. A ex-prefeita Rosa Maria continua com carisma e influente perante um público seleto. O que eles têm em comum para 2022? Todos são canindeenses e ficaram divididos na eleição passada em uma disputa com três candidatos. Foi um ano politico como poucos.

Agora o “tempo é outro” e mais um momento único de futuro para Canindé de São Francisco, cujos resultados poderão ser aplicarão em 2024. Mesmo que não se queira afirmar, é notório que a divisão política no município custou o atraso do desenvolvimento local e há chances de rever os erros […].

A chegada de Weldo e Pank à prefeitura provou que é possível um filho de Canindé – qualquer cidadão – ser Prefeito do lugar. Tem provado que é possível administrar quando se tem foco e que isso independe de diplomas. amor, boa vontade, foco e desprovido de sentimentos nefastos.

Enquanto alguns já não estão tão próximos no pós 2020, Weldo deixou claro que as eleições para ele faz parte do passado e afirmou com humildade que não tem inimigos políticos, aliás, caminha com serenidade se reconciliando com todos. Já foi fotografado com opositores políticos provando que a disputa política não é pessoal e que sua ideia maior é o bem de Canindé de São Francisco e seu povo. Como afirmou: “A política vai passar e outro virá e eu continuarei sendo esse cidadão que vocês conhecem”.

Luciano Ferreira, Marcondes Marinho, Erasmo Marinho e Rosa Maria estão todos no patamar de boa reputação perante o conceito público, são influentes e agregam valor político. O ano de 2022 chegou e o futuro de Canindé de São Francisco passa pelas decisões que as lideranças irão tomar adiante. Tudo que Canindé é hoje, se dá em razão do passado e a História é um arquivo vivo.

A eleição de 2022 implicará fortemente nos rumos do município desde agora até as eleições de 2024. A frase: “Eu amo Canindé” pegou pra valer.

Por Adeval Marques

Se você quiser acompanhar a coluna no canal do youtube com os vídeo e comentário sobre esse e outros assunto, acesse e inscreva-se clicando no link: https://www.youtube.com/channel/UCWqzUt97DppHem_3jrhcP3g 

 

ÚLTIMAS POSTAGENS
NOTÍCIAS RELACIONADAS