21.2 C
Canindé de São Francisco
terça-feira, julho 5, 2022

Opinião: Capitólio teve dois turistas mortos. Turismo sem segurança?

Canindé de São Francisco/SE – O município de Capitólio, em Minas Gerais, voltou a ser palco de outra tragédia no último sábado (18). Dois turistas foram vítimas de afogamento no Lago de Furnas quando realizam passeio. Segundo informações publicadas no site Último Minuto “As primeiras informações dão conta de que uma lancha com 14 passageiros a bordo apresentou problemas mecânicos e solicitou apoio de outra embarcação nas proximidades para resgatar os passageiros. Uma chalana com outros 10 passageiros foi ao encontro da lancha à deriva e no momento do transbordo dos passageiros a chalana não suportou o peso e virou”, diz a nota enviada.

A situação abre um precedente para refletir a questão da segurança em diversos municípios que têm como base as belezas naturais que atraem turistas de diversos pontos do País que, ao visitar as regiões, são atraídos pelos passeios de barcos sem antes receberem as mínimas instruções visando evitar ocasiões assim.

A opinião é de que o turismo é uma das fontes de geração de emprego das maiores em todo mundo. Especialmente nessa parte do Brasil, onde fica as atrações dos cânions, o setor não deve se isolar e trabalhar a questão dos atrativos baseado nas belezas naturais de cada região, mas sim e efetivamente, prover aspectos em questões de segurança como orientações por meio de cartilhas, vídeos e outras mídias que demostrem na prática aos turistas situações que podem, por ventura, ocorrer e o que fazer nesses casos isolados. Tanto turistas como os que lidam com barcos e outros tipos de serviços, devem receber treinamentos e desenvolver habilidades para evitar mortes ou traumas.

Em termos de segurança, tem muita coisa para se rever em todas as regiões que compõe essa malha dos cânions.

Por Adeval Marques

ÚLTIMAS POSTAGENS
NOTÍCIAS RELACIONADAS